À semelhança do ano letivo anterior, a comemoração do dia do Patrono, que teve lugar no passado dia 24 de maio, foi necessariamente condicionada pela situação pandémica que vivemos. Pela simbologia de que se reveste para o Agrupamento de Escolas Dr. Mário Sacramento, não poderíamos, ainda assim, deixar de assinalar este dia.

Durante a manhã, teve lugar a cerimónia do hastear da Bandeira do Agrupamento e da Bandeira Verde (atribuída no âmbito do programa Eco Escolas), momento que contou com a participação do presidente da Assembleia Geral da Escola, de todos os elementos da Direção, de representantes da Câmara Municipal de Aveiro, do representante do Centro de Saúde de Aveiro, da representante da Associação de Pais, de professores e alunos. 

De seguida, todos foram convidados a visitar a Estufa da escola que, na sequência da sua recente requalificação, impulsionada pelo projeto “Mãos na Terra”, foi convertida num novo espaço destinado a promover aprendizagens não formais, permitindo consolidar conteúdos de várias disciplinas, com especial incidência na área das Ciências Naturais. Dado que a concretização deste projeto foi apoiada pela CMA, os representantes da autarquia que se deslocaram à nossa escola puderam enfim testemunhar a intervenção levada a cabo neste espaço.

A visita às instalações renovadas da estufa culminou com a degustação de biscoitos confecionados pelos alunos, acompanhados de uma infusão feita a partir de plantas aí cultivadas, que receberam elogios dos presentes.

Mesmo com a simplicidade de gestos imposta pelos tempos adversos que atravessamos, as celebrações não deixaram de evocar e comemorar os valores que impulsionaram a vida e modelaram a obra do nosso Patrono e que são também os da nossa

comunidade: a participação livre e democrática de todos, a solidariedade e a inclusão. Prometendo, desde já, voltar a celebrá-los no próximo ano – desejavelmente já sem restrições– cumpre-nos agora (re)vivê-los quotidianamente.